Hoje é segunda vermelha e tá rolando uma blogagem coletiva pra valorizar a menstruação.

Vou contar pra vocês que sempre lidei com a minha como uma coisa que me dava muita cólica, mas que fazia parte da vida, então eu não tinha muito o que fazer. Buscopan e bolsa de água quente me ajudam em um diazinho tenso do mês.

Sedentaríssima que sou, quando fiz um mês de natação, fiquei surpresa porque não tive cólica. Pensei: “que buscopan que nada, vou me libertar da indústria farmacêutica fazendo um pouco de exercício que tá tudo dominado”. Não deu certo [e a responsabilidade é toda minha]. O exercício ainda não tem lugar na minha vida e o buscopan voltou rapidamente a fazer parte dela. Não acho isso bom. Acho super contraditório ser uma presa da medicalização.

Mas eu quero falar sobre a TPM.

Se tem uma coisa que faz o fulano perder ponto comigo é dizer/insinuar/perguntar se eu tô na TPM.

Normalmente dizem que a mulher tá na TPM quando ela não é amável, doce, carinhosa etc. Primeiro tem que lembrar que a construção social do ser mulher tem como característica a naturalização do ser doce, carinhosa, etc como atributo das mulheres.

É verdade que os hormônios tem uns efeitos no nosso corpo. Mas a ideia de que só pode ter algum desequilibrio biológico ou hormonal pra explicar porque tem uns dias que tá permitido ser menos amável, doce e carinhosa, tá meio equivocada, porque tá baseada nessa naturalização do ser mulher.

Os sintomas da TPM, de acordo com um laboratório farmacêutico (que – supresa! – produz pilulas oferecidas também como tratamento da TPM), são:

  • depressão;
  • vontade de chorar;
  • fome em excesso ou falta de apetite;
  • falta de sono;
  • inchaços;
  • agressividade;
  • ansiedade;
  • dor de cabeça;
  • acne.

Pode até ser que nossos hormônios causem isso um pouco antes da nossa menstruação, mas eu acho que essa sociedade nos causa várias dessas coisas – diariamente – através do tanto de pressões, imposições, limites, prazos, alimentos ruins, falta de tempo, etc que estamos submetidas cotidianamente.

E me incomoda o fato de tentarem justificar qualquer atitude assertiva, ou um pouco dura, grosseira até, com a TPM. Sem nem fazer a conta se tal atitude aconteceu em dias antes da menstruação, durante, depois.

Não, quem diz que você tá na TPM não sabe sobre seu ciclo menstrual. Sabe que você é mulher e tenta sempre determinar biologicamente seus comportamentos sociais. E tenta sempre a partir daí te desqualificar.

Quem pode dizer se tem (ou tá de) TPM é a própria mulher. Eu consigo identificar a cólica como um efeito direto da menstruação no meu corpo. Mas a TPM não.

Cada uma de nós, pra saber se passa ou não pela TPM, precisa conhecer o próprio corpo, entender o que se passa com ele em cada fase da vida, lidar com a menstruação de forma tranquila, e não como se fosse uma doença ou algo sujo.

Por isso a blogagem coletiva “segunda vermelha” é massa.

Ter consciencia e controle sobre o que se passa com nosso próprio corpo é um passo fundamental pra gente ter autonomia.

***

TPM – Tensão Provocada pelo Mercado

TPM – Tensão Provocada pelo Machismo

***

Uns posts que fazem parte da blogagem coletiva:

Menstruação – Campanha 2@Vermelha da Srta. Bia

Mulher é bicho esquisito. Todo mês sangra. da Suely Oliveira

Segunda Vermelha, menstruação e misoginia da Cynthia Semiramis

Sexo durante a menstruação: uma questão de auto-estima da Mari Moscou

Viva a Menstruação! Já os anúncios pra menstruação… da Lola

Menstruação e achismos de alguém que quer quebrar (seus próprios) tabus! da Sara Siqueira

Anúncios

4 comentários sobre “TPM?

  1. Tica, mandou bem pra caramba! Não ignorou os hormônios e sua capacidade de mexer com qualquer pessoa (seja homem ou mulher) e focou o principal: tem dias que quero mandar o mundo a merda e não, não tem nada a ver com meu ciclo menstrual. E tô no meu direito, sai fora quem tá incomodado…

    Arrasou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s